28 de Setembro de 2022

Está aqui

Município de Mira avança para a reabilitação da Rua Óscar Moreira da Silva (Rua do Liceu)

A Câmara Municipal de Mira vai avançar com a reabilitação urbanística da rua Óscar Moreira da Silva/Rua do Liceu, que encontra territorialmente integrada na delimitação da Área de Regeneração Urbana (ARU) de Mira. 

O investimento ascende a 464.423,10€ (IVA incluído) e, segundo Raul Almeida (presidente da Câmara Municipal de Mira, “trata-se de uma intervenção que era necessária há alguns anos, uma vez que vai melhorar o centro da vila e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos habituais utilizadores daquele espaço”.

A intervenção na rua Óscar Moreira da Silva/Rua do Liceu pretende tornar esta rua numa “Zona 30” de modo a reduzir a velocidade de circulação, diminuir o tráfego de atravessamento, reduzir a poluição sonora e ambiental, aumentar a segurança do peão e melhorar a qualidade de vida dos moradores.

Deste modo, para a concretização dos objetivos expostos, serão realizadas duas portas de entrada na zona, nos extremos opostos da área a intervir, para além de outras estruturas que vão melhorar a circulação e aumentar a segurança de quem utiliza estas vias. 

Com esta intervenção, a Câmara Municipal de Mira pretende aumentar a segurança dos peões (estudantes, desportistas, residentes, turistas), através da diminuição dos fortes congestionamentos de trânsito que se verificam, devido à proximidade de escolas e complexos desportivos, bem como por meio da iluminação das passadeiras; fomentar a atratividade do centro urbano para o aumento de processos urbanísticos (novas edificações para habitação, empreendimentos residenciais e comerciais); melhorar a qualidade do ambiente urbano através da redução da libertação de CO2, associada à diminuição da velocidade neste local para 30km/h, bem como à promoção de modos de deslocação mais sustentáveis, com a disponibilização de bebedouros e de suportes para bicicletas; mitigar os efeitos das ondas de calor e controlar a temperatura ambiente através da plantação de árvores de pequeno porte e arbustos; promover a conexão e atração com a envolvente urbana, comercial e coletiva (serviços escolares, desportivos e futuros investimentos públicos em sede de PARU); reforçar a diversidade e vitalidade económica e urbana, fortalecendo a qualificação funcional, social e ambiental do centro urbano e a sua capacidade de fixação de população; reduzir os níveis de ruído urbano, aumentando a qualidade de vida dos habitantes; reordenar o estacionamento e melhorar as condições viárias, de forma a evitar fenómenos de estacionamento agressivo e desordeiro que prejudicam a acessibilidade pedonal; requalificar e renovar a imagem urbana do concelho, contribuindo para a fixação de pessoas no centro urbano e requalificar as zonas de circulação pedonal e eliminar as barreiras arquitetónicas existentes para pessoas de reduzida mobilidade, oferecendo-lhes condições adequadas e seguras.

O prazo de execução da obra, depois da assinatura do auto de consignação, será de 365 dias seguidos. O início dos trabalhos está previsto para dia 19 de setembro.

A obra foi articulada com as diversas entidades, designadamente, GNR, bombeiros, empresas de camionagem, Escolas, uma vez que se trata de uma zona com diversos serviços e equipamentos (Escolas, quartel dos bombeiros, Posto da GNR, Piscina, Estádio Municipal), salvaguardando-se a entrada e saída de viaturas.

De salientar que nesta área do Centro da Vila, o Município tem em curso diversos investimentos que ascendem a 6 milhões de euros, nomeadamente, Eficiência energética da Piscina, Requalificação da Escola Secundária Drª Maria Cândida, o Atrium Mira, a Requalificação da Rua Óscar Moreira da Silva e muito em breve a Requalificação do Centro de Saúde.