28 de Fevereiro de 2021

Bnadeira Azul e Praia Acessível

 

 

Está aqui

Associativismo de mira em tempos de pandemia

Na passada semana, o Município de Mira reuniu, por videoconferência, com os vários representantes das associações do concelho.

Foram muitas as associações que disseram “sim” ao convite da Câmara Municipal, partilhando as dificuldades vividas nesta altura de pandemia mas também algumas perspetivas futuras.

A reunião abordou vários assuntos: os apoios da Câmara Municipal às associações, do ano transato; o apoio para o presente ano – que serão focados na pandemia e na situação de cada umas das associações; a carta educativa; o orçamento participativo de 2021; os eventos anuais, entre outros.

Raul Almeida afirmou que “este encontro serve essencialmente para ouvir aquilo que vocês nos têm para dizer”, deixando uma mensagem de esperança: “Esperemos que daqui a uns meses possamos voltar à normalidade e que as associações possam desenvolver as suas actividades, tão importantes para a vida e dinâmica deste concelho”.

Durante as intervenções dos vários representantes das associações foi unânime a opinião de que a pandemia prejudicou, e muito, o trabalho que gostariam de ter desenvolvido. Não só a nível financeiro, com as quebras de receitas recolhidas de eventos, provas desportivas e festas, mas essencialmente ao nível dos afetos e dos convívios, “que compõem a massa humana da qual se faz o associativismo”. Todos assumem que a pandemia está igualmente a prejudicar a formação e educação dos jovens nas diversas modalidades.

Desde Março do ano passado foram muitos os eventos cancelados à conta da pandemia. Já outros foram sendo adiados para 2021, embora, em grande parte dos casos, continue a dúvida se poderão ou não vir a realizar-se.

O Município de Mira confirmou, para já, o cancelamento do Carnaval. Os outros eventos vão sendo avaliados de acordo com as indicações dadas pela DGS e o avançar da pandemia.

Depois de um ano de 2020 difícil, o início de 2021 volta a trazer um confinamento e mais constrangimentos para as associações, com algumas a pararem as suas actividades por completo e outras a serem obrigadas a adaptarem-se ou até mesmo a reinventarem-se.

Mesmo assim, a esperança continua bem viva para as associações de Mira que esperam, assim que possível, voltar a juntar os seus associados e trabalhar em pleno em prol das suas freguesias e do seu concelho. “Assim que haja condições, talvez na Primavera ou no Verão, faremos uma festa com todas as associações, para mostrar a nossa união, partilhar experiências e conviver”, prometeu Raul Almeida no final da reunião.